Melhores práticas de aplicação de uma prova de conceito (POC)

A transformação digital impõe uma série de inovações e tecnologias fundamentais para a sobrevivência de um negócio. Por isso, saber analisar os prós e contras de cada solução é fundamental, e isso fica viável quando o gestor entende o que é uma POC.

Não adianta sair contratando qualquer empresa para desenvolver suas soluções, pois, geralmente, nesse mercado, as soluções mais baratas tendem a não ser sustentáveis.

Neste artigo, entenderemos a relação entre a POC e a avaliação de soluções empresariais. Saiba o que é, sua importância e as melhores práticas de implementação. Confira!

O que é uma POC?

POC significa Proof of Concept, ou prova de conceito, em português. Essa técnica permite demonstrar na prática a solução, para que sua eficácia seja comprovada e os altos riscos que ela possa gerar para o negócio sejam evitados.

Dessa forma, por meio de teste e avaliação, a POC permite demonstrar a viabilidade de uma solução. Isso é fundamental para que o gestor tenha a noção precisa da validade de um software, por exemplo.

A importância da POC

Atualmente, as empresas estão cada vez mais dependentes das tecnologias. Por isso, os gestores buscam incessantemente fornecedores de TI que atendam às suas necessidades e ofereçam as soluções ideais para os seus negócios.

Para visualizarem com maior clareza os riscos e benefícios que a contratação da solução de um fornecedor pode trazer, os líderes de TI costumam utilizar a POC.

Outro aspecto inegável para a POC é que ela gera um grande valor para a empresa, já que aprimora o processo de aquisição de soluções digitais e pode ser utilizada para diversas provas de serviços.

Quais as melhores práticas para a implementação da POC?

Para ser eficaz em seu propósito, a POC deve ser submetida às melhores práticas na hora de sua aplicação, que dão uma maior segurança aos gestores no momento de eles avaliarem a viabilidade das soluções do fornecedor de TI.

Ao seguir essas melhores práticas na hora de aplicar a prova de conceito na sua empresa, você poderá provar a solução de um determinado fornecedor e verificar se um projeto de desenvolvimento de aplicações ou infraestrutura de TI é realmente viável. Confira.

Defina as necessidades e os objetivos estratégicos

A prova de conceito surge como reflexo da necessidade de a empresa encontrar o melhor fornecedor de TI. Por isso, os gestores devem definir, antes de tudo, as necessidades do negócio e os objetivos estratégicos que devem ser atingidos

Só após essa definição, deve-se verificar entre os fornecedores quais deles têm as melhores práticas ou ferramentas do mercado. Assim, os responsáveis poderão saber com qual dos fornecedores eles terão maior êxito se contratá-lo.

Torne a prova mais transparente

A POC tem natureza colaborativa, ou seja, envolve a participação tanto do departamento de TI da empresa quanto dos fornecedores. Por isso, ela precisa ser aplicada do modo mais transparente possível.

A prova deve conter uma documentação para todos saberem como ela será realizada, critérios claramente definidos e componentes de avaliação, além de propostas que mostrem como avançar caso a prova seja bem-sucedida e o fornecedor atenda às expectativas.

Abra um canal de comunicação direta

Por mais que os testes de aceitação estejam bem definidos na prova de conceito, dúvidas ainda poderão surgir entre os colaboradores do setor e os fornecedores de TI.

Se os responsáveis pela POC não estiverem prontos para responder a essas questões rapidamente, eles comprometerão a seriedade da avaliação e a viabilidade das soluções. Daí a importância de abrir uma comunicação direta com os envolvidos, por chat, telefone ou e-mail.

Powered by Rock Convert

Esclareça todas as expectativas para os fornecedores

Os inúmeros fornecedores de TI presentes no mercado se sentem capazes de suprir todas as necessidades tecnológicas do seu negócio. Porém, nem todos conseguem, de fato, atender aos requisitos exigidos pelo seu departamento de Tecnologia da Informação.

É importante que você entenda como gerenciar os SLAs de fornecedores de TI, mas é importante deixar claro para eles os motivos pelos quais cada exigência é feita logo na hora da aplicação da prova de conceito. Assim, eles conseguem adequar melhor suas soluções.

Estabeleça um comitê de avaliação

Ao criar um comitê de avaliação dos riscos e benefícios da solução de cada fornecedor, composto não apenas pelo pessoal do setor TI, como também pelos gestores do negócio, os critérios da POC serão avaliados de forma imparcial.

Com esse comitê, a empresa garante a idoneidade dos testes de aceitação, sejam eles voltados aos hardwares ou aos softwares. Além disso, assegura que o que está sendo avaliado é condizente com o necessário para contratar a solução.

Finalmente, lembre-se de que os testes de aceitação servem não só para avaliar a adoção de uma solução, mas também para evitar que a empresa seja exposta aos riscos resultantes de adoções mal planejadas.

Agora que você já conheceu as melhores práticas para a aplicação da prova de conceito, coloque-as em ação na próxima vez que precisar avaliar um fornecedor de TI.

Quais as vantagens da implementação da POC?

Você já deve ter percebido que a POC é uma inteligência altamente recomendável para o setor de aquisição de soluções tecnológicas da empresa. Ela permite uma série de vantagens importantíssimas para o negócio. Confira, agora, algumas das principais.

Obtenção de insights

Invariavelmente, a POC trará mais insights para o profissional de TI. Isso porque ela pode simular uma situação real antes de uma implementação. Nesse caso, o especialista tem uma noção mais precisa dos efeitos da solução e consegue repensá-la de modo mais eficaz.

Ao longo da POC, é provável que o produto final sofra algumas transformações, e isso é valioso na hora de criar o mindset de aplicação dos projetos da empresa.

Redução de falhas

Na mesma linha de pensamento prévio sobre os efeitos das soluções, é possível prever possíveis erros e inconsistências futuras na implementação. Isso evita que as falhas sejam corrigidas apenas após o investimento, otimizando tempo e custos.

Otimização de recursos

Outra vantagem importantíssima da adoção de uma POC é a visão mais clara dos recursos necessários para a aplicação. Muitas vezes, o gestor pode saber das necessidades de software, mas não compreender ainda as de hardware, por exemplo.

Com a POC, o profissional tem uma noção mais precisa das necessidades de recursos e, dessa forma, garante não haver desperdícios. Assim, a solicitação ao fornecedor será mais inteligente e o planejamento de investimentos mais exato.

Ampliação da visão técnica

Como sabemos, a tecnologia é um campo em constante desenvolvimento. Assim, por mais que o profissional seja capacitado, nem sempre é possível absorver a totalidade de soluções do mercado.

Em caso de inovações mais complexas, a POC poderá oferecer um melhor entendimento sobre o ponto de vista técnico da solução. Esse entendimento é fundamental para que o gestor tenha mais domínio do assunto e saiba as melhores práticas de implementação.

Agora que você entendeu melhor o que é uma POC, vale considerá-la no seu processo de aquisição de soluções tecnológicas. Neste post, você conferiu o conceito, as melhores práticas e as principais vantagens dessa metodologia corporativa.

Gostou de saber o que é uma POC? Não se esqueça de deixar suas dúvidas ou experiências nos comentários!