Saiba o que é como aplicar o Golden Circle no seu negócio!

Você já ouviu falar no termo Golden Circle? Por mais que pareça um título de filme do espião 007, essa é uma metodologia que busca dar sentido ao que sua empresa cria e traz valor para a sua marca diante dos clientes.

Gigantes do mercado já utilizam esse método em cada um de seus produtos, com o intuito de gerar um impacto positivo e criar negócios realmente inspiradores dentro de seus ramos de atuação, chamando a atenção de consumidores para a sua marca.

Neste post, vamos falar um pouco sobre a metodologia Golden Circle, como ela foi criada, exemplos de aplicação e como ela funciona para que você possa utilizar tal ferramenta em sua empresa e também criar um negócio inspirador. Boa leitura!

O nascimento do Golden Circle

O Golden Circle foi apresentado em uma das palestras do TED, evento internacional sobre diversos temas atuais, pelo seu criador, Simon Sinek, um profissional que construiu sua carreira no mercado de marketing.

A ideia da criação de tal ferramenta, que desde sua primeira apresentação em 2009 se tornou um marco no mundo dos negócios, veio da análise de por que determinados produtos não eram apenas consumidos em maior quantidade, mas amados por uma faixa de público.

Ou seja, na concepção de sua metodologia, Simon não buscou entender quais marcas vendiam mais, mas sim, quais delas eram consideradas inspiradoras, criando um relacionamento real com os clientes que consumiam suas soluções. O resultado foi o Golden Circle.

Um exemplo claro disso é a Apple, que mesmo não sendo a líder de vendas, é amada pelos seus consumidores. Tecnicamente falando, os produtos da empresa não são superiores ao restante do mercado, sendo que em alguns casos mostram-se até inferiores. Mesmo assim, seus consumidores fiéis optam pela marca.

A aplicação do Golden Circle

O Golden Circle nada mais é do que uma ferramenta criada para auxiliar uma empresa a encontrar o seu real propósito no mercado e trazer um impacto diferenciado em sua comunicação junto aos seus clientes e consumidores em geral. Para isso, são utilizados três passos, nos quais toda a metodologia é baseada.

What ─ O quê?

A primeira pergunta a ser respondida tem relação direta com o produto, o objeto oferecido pela empresa que será adquirido pelos consumidores. Deve-se descrever todas as suas funcionalidades e as qualidades técnicas que o diferenciam no mercado.

How ─ Como?

O segundo ponto está ligado ao processo pelo qual a empresa atingirá os seus objetivos, a estratégia adotada e o plano de ação a ser seguido. É onde serão descritos os valores que sustentam a visão de negócio da marca.

Why – Por quê?

Na terceira questão, responde-se o real propósito do negócio e o seu diferencial em relação ao restante dos concorrentes. É aquilo em que a empresa realmente acredita que a transforma em uma companhia inspiradora. Essa é a prioridade do Golden Circle.

A vantagem do uso de Golden Circle

Agora que você já conhece a metodologia e do que ela se trata, é preciso entender o porquê de utilizá-la. Qual a vantagem de aplicar essa ferramenta em sua empresa e qual o motivo que leva grandes companhias a adotarem esse pensamento?

Criar um negócio baseado no Golden Circle é basear-se num vínculo emocional com os consumidores, gerando um propósito bem definido, que será propagado aos clientes e criará uma conexão direta com cada um deles.

Ou seja, as pessoas deixarão de consumir sua marca só por conta dos produtos que você oferta e se identificarão também com o que sua empresa transmite, o que ela pensa e faz. Seu negócio se torna algo inspirador, por isso atrai consumidores. Como benefícios mais importantes dessa aplicação apontamos:

  • identidade mais forte;
  • foco em valor do produto ou serviço;
  • fidelidade de clientes;
  • propósito único.

Existem vários exemplos de marcas que inspiram e emocionam em sua comunicação, criando uma conexão com o público. A partir de agora, vamos conhecer alguns casos interessantes para se inspirar. Não à toa, estão entre as top 20 marcas mundiais segundo a Interbrand.

Powered by Rock Convert

Nike

Um logo que dispensa apresentações, reconhecido no mundo inteiro. Quando compramos um tênis Nike, não adquirimos somente um calçado, mas um ideal de vitória que é oferecido pela marca.

A ideia de Golden Circle aparece no intuito de criar não um simples tênis, mas entregar desempenho de atleta. Isso começa de forma curiosa a partir de 1968, quando tentaram uma forma inusitada de montagem que acabou dando certo.

Bowerman, um dos idealizadores, resolveu fazer um teste despejando borracha em uma chapa de waffles da esposa tentando um solado melhor. Surpreendentemente o teste retornou algo mais leve e ondulado, revolucionário para a época.

Apple

O belo design e o charme dos aparelhos Apple falam por si só. Quem de nós não almejou ter um equipamento como esse pelo simples fato de entrar em um seleto grupo de consumidores da marca?

Essa atração que sentimos na verdade é resultado de uma construção mais profunda do valor da marca, não focado em vendas, mas em qualidade, em experiência do cliente e facilidade de uso. Veja como a estratégia se consolidou:

  • Por quê? Desafiar o status quo, pensar diferente;
  • Como? Por meio de equipamentos belos e de fácil usabilidade;
  • O quê? Smartphones, notebooks, computadores e outros eletrônicos.

Esses são apenas alguns dos pilares construídos por meio do Golden Circle na Apple que criaram uma identidade excepcional entre clientes e companhia. Então, não há um foco no preço do produto — que costuma ser mais caro — mas em desenvolvimento contínuo e no valor que ele proporciona ao consumidor.

Google

Sim, há vários outros mecanismos de busca, mas por que a maioria esmagadora escolhe o site da Google para suas pesquisas? O esforço, maior em entregar valor do que obter lucros, é uma das respostas.

Curiosamente, a ideia inicial dos anúncios em pesquisas foi rejeitada pelos criadores Brin e Page por não atenderem as necessidades de consumidores. Para eles isso só seria interessante se não houvessem banners coloridos e se os resultados tivessem relação com a pesquisa.

Após algum tempo, essa implementação se tornaria a maior fonte de renda da companhia e a transformaria em uma das marcas mais valiosas em todo o planeta. Por meio de tecnologia e inovação a empresa se mantém líder e referência de mercado.

Disney

A tão famosa magia Walt Disney encanta crianças e até adultos pelo mundo inteiro. Muitos sonham com pelo menos uma viagem até o parque. Tudo isso pela imagem que é transmitida ao mundo de um planeta cheio de encantos, sonhos e experiências mágicas.

Desde os desenhos até os grandes filmes, a marca foca em criar uma conexão extraordinária com as pessoas e fazê-las sonharem em participar desse “círculo dourado” único no mundo.

O nível de detalhamento fantástico pode ser observado na construção dos parques que escondem segredos e proporcionam uma experiência inigualável aos seus visitantes. Um dos principais objetivos? Entender as necessidades e desejos do cliente para entregar emoções.

Coca-cola

Em todos os comerciais da Coca-cola vemos uma abordagem diferenciada sobre um refrigerante. Trata-se não de focar no sabor, mas na experiência, no prazer em partilhar momentos, inspirações, sorrisos e alegrias consumindo o produto.

Mais uma forma de compreender os efeitos do Golden Circle em uma marca. Os clientes, geralmente, tendem a comprar essa experiência e não necessariamente o refrigerante. Por isso, a Coca-cola nas mesas de ceia de Natal é tão representativa.

As marcas acima criaram uma conexão emocional com o público por meio de iniciativas baseadas na metodologia Golden Circle, e isso só foi possível por terem um propósito claro. Esperamos que ao finalizar esta leitura você possa ter compreendido como essa metodologia é simples e eficaz.

Que tal ficar sempre atualizado sobre novidades interessantes como o Golden Circle? Simples e fácil: basta assinar nossa newsletter gratuita e receber em primeira mão nosso conteúdo em sua caixa eletrônica!