Como tomar decisões baseadas em dados? Confira 4 dicas!

O que determina os rumos do seu negócio? Como você acompanha métricas e resultados? Você toma decisões baseadas em dados? Se ainda não, que tal conhecer um pouco mais sobre o assunto?

É inegável o impacto positivo que esse modelo de decisão traz para um negócio. Mais do que uma ferramenta importante, é uma verdadeira estratégia que gera competitividade e consistência.

Neste post, você terá a oportunidade de conferir 4 dicas que elevam muito o valor das suas definições. Entenda o porquê disso e construa o seu mindset de implementação. Acompanhe!

Por que tomar decisões baseadas em dados?

Você já parou para analisar o quanto o seu cliente se digitalizou nos últimos anos? Em relação aos últimos meses — forçados pela situação de pandemia —, o acesso virtual cresceu exponencialmente, reflexo também da transformação digital.

É claro que isso gera uma quantidade de dados expressiva e sabemos que eles só ganham valor quando transformados em informações válidas. A questão é que eles precisam ser tratados, sincronizados e protegidos em grande escala.

Isso é apenas uma entre as várias constatações com a mensuração precisa de dados e análise por fatos, não achismos. Por tudo isso, as decisões baseadas em dados têm se mostrado métodos mais ágeis para obter vantagem competitiva.

Powered by Rock Convert

Quais as melhores dicas para tomar decisões baseadas em dados?

Tudo bem, você já deve estar convencido do valor dessa estratégia, mas como aplicá-la de forma inteligente e segura? Veja, a seguir, 4 dicas que vão ajudar a adotar essa prática para o dia a dia do seu negócio.

1. Entenda quais são os KPIs essenciais para a empresa

Esse é um ponto no qual a experiência e intuição do gestor contam muito. A decisão será precisa e retornará resultados otimizados a partir de índices bem elaborados e definidos. Nesse sentido, os KPIs (Key Performance Indicator) serão fundamentais para as análises.

2, Use a tecnologia como aliada

Diante de um cenário extremamente digitalizado, tecnologia e inovação ultrapassam a posição de auxiliares e se tornam ferramentas cruciais para garantir o profissionalismo de suas decisões. Por meio da TI é possível:

  • implementar softwares de inteligência;
  • coletar e analisar extensos volumes de dados;
  • extrair relatórios, consultas e filtros fundamentais para embasar a decisão.

3, Tenha um time responsável pelos dados

Ao contrário do que muitos pensam, a gestão de dados não dispensa o valor das pessoas. Nesse sentido, ter um time especialista no assunto é essencial para garantir que as inserções e alterações de dados são coerentes com o sistema.

4. Crie uma cultura data-driven

Dentre todas as dicas, a principal é mudar a mentalidade corporativa para a gestão por dados. Desde a diretoria até o time de execução, todos precisam considerar suas ações com base nos fatos que as ferramentas tecnológicas retornam.

Agora que você conferiu esse tipo de decisão por diferentes ângulos de análise, é importante adotar as dicas para usufruir dos potenciais benefícios. É hora de aprimorar as escolhas e seguir rumo ao topo.

Gostou da ideia de tomar decisões baseadas em dados? Então mergulhe no assunto e compartilhe essa ideia em suas redes para debater com colegas!