4 vantagens financeiras que um novo software tem sobre um sistema antigo e obsoleto

3 vantagens financeiras que um novo software tem sobre um sistema antigo e obsoleto

Todos nós temos na ‘ponta da língua’ os fatores que ditam o sucesso de uma empresa no mercado, não é verdade? Alguns deles são o planejamento eficiente, a otimização das tomadas de decisão e a rápida identificação dos problemas que podem trazer riscos ao negócio. Mas em muitas empresas, este cenário ainda está longe de ser concretizado. Algumas delas, inclusive, já utilizam um software, mas ele não está gerando os resultados esperados.

Isso geralmente acontece quando o sistema é antigo e está obsoleto, a ponto de não conseguir mais suportar o crescimento e as demandas do negócio. E por não suprir mais as necessidades da empresa, ele acaba consumindo muitos recursos financeiros, que poderiam ser utilizados pelos gestores para outros fins. Neste post, lhe mostraremos as vantagens financeiras que um novo sistema tem sobre um software antigo, obsoleto e com diversas limitações. Veja-as

4 vantagens financeiras de um novo software de TI

1. Consome muito menos recursos financeiros

Muitos gestores, principalmente em épocas de crise, acabam cortando custos onde não é necessário, deixando os gastos que realmente deveriam ser evitados ‘correndo soltos’ pela empresa. Um desses gastos está diretamente relacionado às despesas do software, que, por ser antigo e obsoleto, acaba consumindo muitos recursos financeiros devido à sua inflexibilidade e manutenções bastante complicadas.

Para as empresas que estão inseridas neste cenário, o mais recomendável é que elas avaliem as despesas advindas do software antigo, pois ele provavelmente está comprometendo o orçamento. Uma das maneiras de se evitar todos os custos gerados pelo software obsoleto é contatando um fornecedor para o desenvolvimento de um novo sistema, que seja rápido de ser implementado e permita atualizações e manutenções sem quaisquer dificuldades.

2. Alavanca a produtividade da equipe

A otimização de recursos é algo crucial para aquelas empresas que desejam que seus produtos ou serviços bem desenvolvidos, mas não causem um ‘peso’ desnecessário no caixa. E na lista de recursos que podem ser otimizados, estão os recursos humanos. Em um mercado cada vez mais competitivo, os gestores precisam definir estratégias para melhorar a produtividade de toda a sua equipe. Uma delas é o uso de um software.

Powered by Rock Convert

Mas é importante lembrar que, se um sistema é ultrapassado e não atende mais as exigências da empresa, ao invés de aumentar a produtividade da equipe, ele irá afetar o trabalho de todos. E isto impacta diretamente na satisfação do cliente e nos resultados gerais da organização. Somente com um sistema novo os gestores conseguirão automatizar os processos mais demorados, otimizar recursos e aumentar a produtividade da equipe.

e-Book Grátis CBDS: Scrum e métodos ágeis no desenvolvimento de software

3. Entrega mais funcionalidades para a empresa

Quanto mais informações, atividades e processos precisam ser gerenciados em uma empresa, maior se torna a complexidade para se manter tudo sob controle. E se o software adotado não possui todas as funcionalidades necessárias, então as dificuldades para se administrar tudo isso crescem exponencialmente. Por isso, a adoção de um software novo, que ofereça as funcionalidades indispensáveis para o bom andamento dos negócios, é fundamental.

Com um sistema novo e atualizado de acordo com as tendências do mercado, os gestores podem administrar todas as atividades da empresa sem medo de falhas, atrasos ou qualquer outro tipo de problema acontecerem. E por meio da entrega de mais funcionalidades para os colaboradores, eles conseguem aumentar a sua produtividade e, assim, focar em atividades mais importantes que gerem valor e aumentem a rentabilidade do negócio.

4. Oferece mais tecnologias para o negócio

Os softwares empresariais da atualidade, além de possibilitarem uma gestão mais enxuta, antecipam problemas que possam vir a ocorrer e criam mecanismos para não permitir que eles interrompam ou prejudiquem o trabalho da empresa como um todo. Até alguns anos ou décadas atrás, os sistemas não tinham essa capacidade. Muitos gestores, inclusive, nem sonhavam que um dia eles poderiam ter tudo isso em suas mãos.

Por isso, se eles continuarem utilizando softwares obsoletos, poderão perder recursos financeiros e vantagens competitivas e ser jogados para fora do mercado por outras empresas que já utilizam os novos sistemas. Ao oferecer tecnologias mais eficientes e inovadoras para o negócio, o sistema acaba gerando um diferencial competitivo, que é fundamental para a organização colher resultados mais efetivos ao longo do tempo.

E você, já substituiu seu sistema antigo e obsoleto por um mais novo? Que resultados ele já gerou para a sua empresa desde o seu desenvolvimento? Conte suas experiências ou questionamentos para a gente nos comentários!